Blog

  • gallery
  • gallery
  • gallery
  • gallery
  • gallery
  • gallery
  • gallery

Passeio no Guaraú – Peruíbe SP, com Fabio Barata, jul/18, por Claudia Komesu

O Hostel Mochileiros no Guaraú (Peruíbe – SP) é um dos lugares mais famosos de Mata Atlântica no Sudeste

especialmente no inverno, quando os comedouros ficam lotados de aves coloridas e beija-flores. No verão é um lugar incrível para insetos, aranhas.

Mais um excelente passeio na companhia do amigo Fabio Barata, que também é biólogo e guia de birdwatching.

Foram três dias no Guaraú. O privilégio de andar por áreas de Mata Atlântica preservada, com segurança, sossego, a tranquilidade de ter um guia que sabe tudo da região e é conhecido por todos no bairro.

Considero exemplar o trabalho do Fabio no Guaraú. Ele é morador local, e isso não significa apenas que ele monitora de perto e sabe onde entrar os bichos. O Fabio também atua como cidadão: participou de conselhos municipais, divulgou o birdwatching pros moradores da região, fez as pessoas se interessarem mais pela natureza e pelas aves. É semelhante à postura do Geiser Trivelato em Jacutinga, que faz divulgação em escolas, conseguiu chamar a atenção da prefeitura para a preservação de um brejo muito importante para as aves e outros animais. Assim como o Gustavo Pinto fez em Americana, que garantiu a preservação de terrenos importantes pro mocho-dos-banhados. São pessoas que eu admiro muito porque eles demonstram que o birdwatching não é apenas um negócio, um trabalho. Eles realmente amam a natureza e se importam com preservação.

Nesses dias no Guaraú andamos apenas pelas redondezas do bairro, dessa vez não fomos pra Itanhaém ver os papagaios-de-cara-roxa. Mas além das trilhas conhecidas do bairro, que sempre rendem muitos avistamentos, com vários bandos mistos que se interessavam pelo playback do Fabio, dessa vez também conheci um comedouro, na casa de um amigo dele, onde pude fotografar a saíra-sapucaia bem de perto. E o Fabio também me mostrou um ponto muito bonito da praia, que a gente batizou de Península de Barata.

Além da grande beleza e diversidade das aves típicas do litoral, também tivemos o privilégio de ver um gavião-caracoleiro pousado, comendo um caramujo, e logo depois vimos um pavó chegar voando e pousar numa árvore. Consegui minhas melhore fotos de papa-formiga-de-grota, e é sempre um privilégio ver araçaris-poca, ainda mais por ser na mata e não nos comedouros.

O Guaraú é um lugar que reúne uma enorme diversidade de vida, e fico feliz que, graças a atuação de seus defensores, tem conseguido escapar de ser destruído por obras como porto ou termelétrica.

Agradeço ao Fabio por mais um passeio fabuloso nesse pequeno paraíso.

Fonte: Virtude-Ag

Nenhum comentário ainda! Você é o primeiro a comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *